Boooring

15 de jan de 2009
Gente, sério. Tô na maior boa vontade do mundo com 2009. Esperança de que ele seja bom, de que seja diferente e opa, realmente diferente ele já tá. Pq eu nun-ca tive uma infecção intestinal, nunca. Então tá, pra que eu fui pedir alguma coisa. Culpa minha. Aí vem aquela impaciencia toda, aquela vontade de dizer "vai tomar no meio do olho do seu cu", quando na verdade eu digo "Bom dia/Boa tarde/Boa noite". Nem é hipocrisia, é saber viver mesmo. Não preciso, nem vou mandar geral para casa do Zé Caralho, até pq não é todo mundo que nasceu com o dom de me tirar do sério. Aí acrescente essa dor que ainda não passou, esse calor, pq cer-te-za que o inferno fica aqui embaixo, estresse, pq né?! Estresse é o novo preto. Pronto, já ganhou minha antipatia.
Bom, mas cm Deus, pq eu tenho certeza que essas coisas são provações de Deus para testar meus limites, bom, Deus me manda um ser aleatório ligar aqui no trabalho, eeee...

Eu: Alô!
Ser aleatório: ALÔ, EI, OI, ALÔ...
Eu: sim, oi, diga.
Ser aleatório: Ei, aqui é de Tobias Barreto, é que eu queria falar com o mecânico fulanodetal
Eu: Não, não. Aqui não trabalha nenhum mecânico não.
Ser aleatório: Tá, eu sei. Ele trabalha aí perto, dá uns 50 metros. É que eu queria falar com ele e não tô conseguindo ligar p ele.
Eu: Umhum, tá. Mas o que eu tenho que ver com isso?
Ser aleatório: Então, queria que vc fosse lá chamar ele no trabalho e eu ligava daqui a pouco, pode ser?
Eu: Não, não pode não.
...
Ser aleatório: Rapaz...
Eu: Não meu senhor, não posso não. Estou no meu trabalho, não posso largar tudo para chamar um mecânico que está à 50 metros de distância, eu nem conheço ele.
Ser aleatório: E ninguém pode ir lá ligeirinho não?
Eu: Não, ninguém. Tá todo mundo trabalhando, e não é ligeirinho, são 50 metros.

[tu tu tu tu tu]

Entende? Odeio cair naquele clichê de dizer que brasileiro é tudo folgado, mas veja bem. Tem neguinho que liga aqui perguntando o número dos nossos concorrentes. Bom, até aí eu nem ligo muito. Mas gente que liga pra cá, que é uma Auto-Peças e pergunta se eu sei o nome de uma Ótica, aí fode, na boa? Mas isso é do ser humano, tem que ser. Nem só brasileiro é feladaputa, a folgadisse é universal.

0 comentários: